CityCat And City Ferry Flotilla Returns To The River 14 February (5728364964)

Brisbane, a capital do Sunshine State

Uma cidade encantadora, famosa por suas belezas naturais, clima agradável e simpatia. Essa é Brisbane, a capital de Queensland e a terceira cidade australiana mais povoada, depois de Sydney e Melbourne. Ela oferece tudo que uma cidade grande pode oferecer, mas com um ritmo mais calmo, se comparada às irmãs do sul. O centro de negócios de Brisbane é embalado por mais de duas mil lojas e centenas de restaurantes, boates, cafés e várias opções de lazer com jardins maravilhosos.

Cortada pelo majestoso rio que leva o nome da cidade, Brisbane abriga diversos prédios históricos e construções modernas. Na outra margem, uma bem-estruturada praia artificial, com vestiários e chuveiros públicos, além de salva vidas de plantão, reúne centenas de pessoas diariamente para piquenique e lazer. Mas para quem prefere praias naturais, a melhor opção é Gold Coast, há menos de uma hora de trem.

A cena artística é bem diversificada, assim como o calendário cultural, que oferece museus, teatros, cinemas, galerias e casas de show. Os destaques são o Queensland Music Festival, o maior festival de música da Austrália, o Festival Internacional de Cinema de Brisbane e o Queensland Art Gallery.

Atrações turísticas

Australia Zoo: Steve Irwin, o famoso “Caçador de Crocodilos” – morto recentemente na Austrália devido ao ataque de uma arraia – deixou um grandioso legado como herança. O Zoológico, morada de mais de 40 diferentes espécies de animais – mamíferos, répteis e aves -, promove várias atrações e shows durante o dia todo.

Baía de Moreton: Menos de 40 minutos do centro de Brisbane, Moreton destaca-se pelo seu entorno selvagem, além de toda a superfície ser o Parque Nacional. Lá você encontra águas azuis cristalinas e poderá ver baleias (dependendo da época do ano) e alimentar golfinhos selvagens, além de muitas outras atrações radicais.

Cassino Treasury: Em uma construção histórica que ocupa um quarteirão na área central de Brisbane, o Cassino oferece 24 horas de atendimento com várias opções de restaurantes e cafés. A decoração do casarão é outro atrativo do local, composta por amplos salões estilo vitoriano, além, é claro, de ser o lugar ideal para fazer suas apostas.

Catedral de St. Stephen: Projetada pelo arquiteto colonial Benjamin Backhouse, a primeira catedral católica em estilo gótico inglês foi concluída em 1874. A fachada principal possui duas torres gêmeas e belos vitrais. A catedral recebe o nome da “cátedra” ou sede episcopal, e proporciona um santuário e um oásis verde, que convida as pessoas para descansar. Ao lado está localizada a primeira igreja da cidade, que também leva o nome de St. Stephen. O projeto é do arquiteto inglês Aw Pugin que trabalhou na Houses of Parliament de Londres.

City Hall: Concluído em 1930, o edifício neoclássico da City Hall (prefeitura) abriga a Brisbane City Council, a maior câmara municipal da Austrália. No topo de sua torre de 92 metros, erguida em estilo renascentista italiano, há uma plataforma que oferece uma vista panorâmica de toda a cidade. No topo da torre há também o maior relógio de quatro faces da Austrália. A cada 15 minutos seu som pode ser ouvido na área central e em alguns subúrbios próximos.

Fortitude Valley e Chinatown: Criado para receber colonizadores vindos da Inglaterra, o Fortitude Valley, localizado há dois quilômetros da Queen Street, foi durante muito tempo um grande centro comercial. Hoje, o vale é o centro boêmio de Brisbane, com alguns dos melhores restaurantes e pubs da cidade. A área também é conhecida como Chinatown.

Jardim Botânico: Situado às margens do rio Brisbane, é o segundo maior jardim botânico da Austrália e um ótimo refúgio em meio à agitação dos arranha-céus. No passado abrigava a horta dos prisioneiros da colônia penal. Em 1855, a área começou a ganhar sua aparência atual. Centenas de aves aquáticas sobrevoam os lagos espalhados pelos 18 hectares do jardim.

Monte Coot-tha: Localizado no topo de uma colina, Coot-tha é uma excelente área para fazer piquenique em meio a uma enorme reserva natural. Além disso, de dia ou de noite, o lugar proporciona uma vista incrível sobre a cidade de Brisbane.

Parliament House: Trata-se de um prédio do final do século 19 projetado em estilo renascentista francês pelo arquiteto Charles Tiffin. Ao contrário de muitos outros parlamentos dos primórdios da Austrália, este continua servindo a seu propósito original. A visitação pública é permitida, mas apenas quando o parlamento não está reunido. Destaque para o famoso vitral com a imagem da Rainha Vitória.

Queensland Cultural Center: O complexo que incorpora uma galeria de arte, um museu, dois teatros, uma sala de concertos e uma biblioteca, ocupa um papel importante no cenário artístico de Brisbane. Seu acervo é famoso e respeitado; inclui obras européias do século 15 e asiáticas do século 12.

Santuário dos Coalas: O Lone Pine Koala Sanctuary é dedicado à preservação da vida selvagem da Austrália. Inaugurado em 1927, este é o primeiro e maior Santuário de Coalas do mundo (quase 130). Outros animais tipicamente australianos como cangurus, serpentes e demônios da Tasmânia, também podem ser vistos e tocados.

Story Bridge: Um ícone de Brisbane, a Story Bridge foi construída durante a Grande Depressão e demorou cinco anos para ficar pronta. O objetivo inicial da construção era criar novos empregos. Agora, ela é explorada por turistas que desfrutam da vista no alto da ponte e aprendem sobre sua história em duas horas de escalada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *